top of page
  • Foto do escritorGuilherme Bambace Caraccio

Redes sociais em Employer Branding: Qual é a sua importância para a marca empregadora?

Atualizado: 6 de out. de 2023


Celular com notificações saindo da tela.

Que o nível de maturidade em marca empregadora varia bastante de empresa para empresa a gente já sabe. Às vezes essa é uma responsabilidade que fica com o time do RH, às vezes com o Marketing, com um próprio time focado em EB ou - na maioria das vezes - até mesmo... com ninguém, né?


Mas hoje a discussão sobre marca empregadora e a imagem de empresas como recrutadoras vem ficando cada vez mais relevante: candidatos são tomadores de decisão, e a internet permite que eles tenham muito mais conhecimento sobre novas oportunidades. Enquanto isso,empresas recrutadoras lutam para atrair e reter os melhores talentos em meio à uma concorrência que só cresce.


Justamente por isso, é muito importante que empresas mantenham uma comunicação forte com esse público que nem sempre é considerado: seus candidatos e futuros talentos. Mas como podemos realmente aproveitar as oportunidades das redes sociais quando falamos em marca empregadora?


Neste artigo, vou usar um pouco da experiência que eu adquiri trabalhando com Employer Branding e Social Media, além dos aprendizados que levei de cursos como o EB Expert e seu módulo prático na ILoveMyJob. Vamos lá?



 

POR QUE AS REDES SOCIAIS SÃO IMPORTANTES PARA CONSTRUIR UMA MARCA EMPREGADORA FORTE?


Começando do básico, o Employer Branding acima de tudo é... Branding! Ou seja, é a construção e a gestão da imagem de uma marca, produto ou pessoa.


Imagem convidando o leitor a fazer um quiz sobre Employer Branding. Texto: Você sabe tudo sobre Employer Branding? Teste os seus conhecimentos! Faça o quiz aqui

Nós vivemos em um mundo cada vez mais conectado e os canais digitais fazem parte de vários momentos do nosso dia a dia. Por isso, nunca foi tão importante saber como usar ferramentas como a internet e redes sociais ao nosso favor, para que elas atuem sempre como aliadas da nossa comunicação.


Se queremos atrair ou impactar um público, primeiro precisamos pensar: "Onde esse público está?". Sabendo os canais em que ele está presente no seu dia a dia (o que na maioria das vezes acaba sendo pelo menos uma rede social), nós conseguimos criar uma comunicação eficaz, que realmente irá atingi-lo.


Dito isso, sempre é bom fazer uso das redes sociais para transmitir a mensagem da sua marca empregadora, desde que o canal específico que será utilizado faça sentido para sua empresa e seu público.


ENTÃO EU SÓ PRECISO CRIAR UM INSTA DE CARREIRAS?


Com certeza podemos ver um crescimento de contas dedicadas a temas como carreira, atração e cultura nas redes sociais, principalmente em canais como o Instagram, LinkedIn e TikTok. Mas, cada pessoa (e empresa) é diferente, e isso quer dizer que essa talvez não seja uma solução viável para todo mundo.


Antes de tudo, devemos pensar na maturidade da nossa marca empregadora. Afinal, do que adiantaria defender a necessidade de criar um perfil de carreiras e depois não conseguir manter um plano de comunicação eficaz?


A sua empresa não precisa estar em todas as redes. O Instagram vem sendo bastante utilizado por vários motivos - como pela facilidade em organizar informações através do feed, por exemplo -, mas isso não quer dizer que sua empresa precisa ter uma conta de carreiras para atrair candidatos e transmitir a mensagem da sua marca empregadora com sucesso.


como criar conteúdo com foco em marca empregadora nas redes sociais?


Para criar conteúdos que sejam diversos e valiosos, uma dica importante é a de estabelecer editorias específicas para diferentes estratégias, cada uma com seu objetivo. Olha só alguns exemplos de temas que podem alavancar a imagem da marca empregadora da sua empresa nas redes:


  • Cultura: Qual é a sua promessa para candidatos e futuros talentos? Quais são os principais valores que a empresa busca em seus colaboradores, o que significam e quais comportamentos são associados a eles?

  • Dia a dia: Divulgue o dia a dia do seu time! Essa é uma forma super importante de destacar como a cultura da empresa é na prática e como ela é refletida de diferentes formas durante a jornada do colaborador.

  • Carreira: Traga depoimentos de membros atuais do time e compartilhe dicas sobre temas como carreira ou desenvolvimento profissional.

  • Vagas/Atração: Aí sim, os posts para fazer o olho do candidato brilhar! Compartilhe as oportunidades para fazer parte da empresa, fale sobre vagas abertas, tire dúvidas sobre o processo seletivo e muito mais.


Lembre-se que não adianta só fazer posts com vagas esperando que elas sejam preenchidas logo na hora. A criação de conteúdo para redes sociais com foco em marca empregadora deve ser um esforço constante, acompanhado sempre por muita estratégia e planejamento. Por isso, a chave é criar conteúdos que os candidatos realmente vejam valor, para que sua empresa possa construir uma relação com eles ao longo do tempo.



employer branding não é só atrair talentos, também é contar histórias!


Por sua definição, o papel do employer branding é de atrair os candidatos certos para as oportunidades certas. Mas ele também vai muito além disso, sendo uma forma de contar histórias, construir laços e engajar futuros talentos, o que o torna extremamente valioso para qualquer empresa.


Imagem convidado o leitor a se inscrever no curso Employer Branding Expert. Texto: Employer Branding Expert: Aprenda Employer Branding com referências do mercado!

As redes sociais podem ser consideradas só uma pequena parte de uma estratégia de marca empregadora, mas elas ainda são essenciais quando falamos em atrair talentos, principalmente em um cenário tão digital como hoje.


E aí, bora colocar a mão na massa?


347 visualizações0 comentário

Комментарии


bottom of page