• Angélica Madalosso

EB Lover, by Katherine Silveira


Hoje a protagonista da editoria EB Lover é a Katherine Silveira.


Qual sua área de formação?

Sou formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo.


Hoje me atualizo de diversas maneiras, consumindo livros, webinars, eventos, podcasts e artigos de EB, além de conversar com vários outros profissionais da área para consolidar o meu conhecimento.


Há quanto tempo você trabalha com EB?

Comecei a minha trajetória profissional em 2015, estagiando em Comunicação e Marketing. Na época, não conhecia o termo “Employer Branding”, já realizava diversas ações para promover o engajamento e bem-estar das pessoas colaboradoras no ambiente de trabalho. Apenas em 2019 tive a oportunidade de estudar e aprender sobre o assunto.


Em 2020, criei a área de Employer Branding na empresa que estava trabalhando e fui me aprofundando ainda mais nesse universo de marca empregadora. No ano seguinte, migrei completamente para a área de EB, me especializando nesse tema que eu tanto admiro.


Qual empresa você trabalha hoje?

Trabalho no Pravaler, primeira fintech brasileira com mais de 20 anos de história que tem o propósito de facilitar o acesso à educação no Brasil. Já impactamos positivamente mais de 240.000 vidas e temos o sonho de ajudar 1 milhão de estudantes até 2025!


Trabalho com um time incrível que está sempre disposto a contribuir, os Pravalentes! É um ambiente super colaborativo por aqui que me incentiva a continuar aplicando os meus projetos de EB.


Você pode conhecer mais um pouco sobre a gente por aqui: https://pravaler.gupy.io/ :)


Quais são as suas principais atribuições?

O meu principal objetivo no Pravaler é fortalecer a nossa marca empregadora para que a empresa seja sinônimo de um bom local para se trabalhar.

Contribuo, em parceria com o time de Recrutamento e Seleção, na atração de candidaturas que tenham fit com a empresa. Dessa forma, criamos ações e estratégias de conteúdo, gestão de redes sociais (LinkedIn e Instagram), relacionamento com universidades, comunidades técnicas e instituições parceiras para nos aproximarmos de talentos.


Também cuido da organização de meetups, participação ou patrocínio de eventos externos onde possamos divulgar a marca empregadora, além de ficar por dentro das métricas de EB e auxiliar os times de Comunicação Interna e EX nos seus projetos e tarefas: trabalhamos em conjunto para entregar os melhores resultados!


Qual o maior case que você já trabalhou ao longo de sua trajetória?

Como falei acima, tive a oportunidade de formar a área de Employer Branding, unindo talentos de Marketing e People.


Sendo assim, construímos estratégias e ações para atração e retenção de talentos, além de um dos meus maiores orgulhos: construir e desenvolver o EVP (Employee Value Proposition) da empresa por meio de pesquisas e entrevistas com pessoas colaboradoras. Foi um trabalho que durou bastante tempo para que pudéssemos analisar todos os dados e entregar o EVP de forma completa.


Que dica você daria para quem quer trabalhar na área?

Converse com pessoas que trabalham na área de EB, participe de eventos e crie relacionamentos profissionais com pessoas da área. Nessas conversas, já colhi muitas informações importantes que ajudam no meu desenvolvimento.


Também procure cursos e materiais sobre o assunto para que você entenda e possa escolher o melhor tipo de negócio ou produto que você tenha interesse em trabalhar.


E muita prática! Coloque todo o seu conhecimento criando ações e estratégias e lembre-se que em cada empresa, o contexto é diferente: faça testes e não desanime! Prática, para mim, é o método essencial de aprendizado contínuo. :)


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo