Tag Renato Rocha Miranda

Papo de Fotógrafo: entrevista comigo! 0

Esse post é rapidinho, ainda mais depois de uma carta nada ególatra como a do último post do Sergio Larrain ( vale a pena ler mil vezes..rs), mas  o pessoal do Papo de Fotógrafo fez uma entrevista muito legal comigo há um tempinho.

Três horas de conversa ( editadas para uma..rs) sobre viagens, sonhos, fotografia, minha história, flashes e muito mais. Eu já tinha que ter colocado aqui no blog há muito tempo, mas confesso que me enrolei ( para variar), estou me concentrando em colocar no I LOVE MY JOB os textos e pensamentos e no canal do youtube, as vídeos aulas e sets de iluminação de fotos feitas no Criadouro. (inscreva-se!)

Segundo Rafael e Ana, os administradores do site, a entrevista bateu recordes de download e muita gente comentou, juro que não achei que iam me ouvir, mas se você quiser curtir um pouco do que eu falo, basta clicar  na imagem e curtir:

renatorochamiranda_abre

Boa luz e boa Sorte!

 

Sergio Larrain: o que é Fotografia? 14

Fotógrafo da Magnum falecido em 2012, o chileno Sergio Larrain escreveu uma carta quando seu sobrinho começou a se interessar por fotografia. Deparei-me com esse texto no (muito bom) blog da Rafaela, que me redirecionou para o original chileno.

Nesses últimos três anos de viagens, eu consegui separar bem o que fazia para o trabalho e o que reservava para mim.

Minha relação com equipamento, lentes e a própria fotografia mudou bastante, acredito que para melhor. Leia mais »

O bebe chinês, o bom senso e o flash 12

Na semana passada uma notícia causou um rebuliço no mundo da fotografia: um bebê chinês sem nome, morador de uma província sem nome, ficou cego depois que um tio sem nome o fotografou usando o flash de um celular sem marca e a equipe de um hospital sem nome confirmou a cegueira sem exames.

A história levantou a questão: “afinal, um bebê pode ser fotografado com flash?”

Mais do que usar um flash a pergunta deveria ser: “Afinal, deve-se usar o bom senso na hora de se fotografar um bebe? ou qualquer outro assunto?”

É óbvio que notícia é falsa do início ao fim, mas o único dado que ela fornece é suficiente para se ter todas as informações sobre o comportamento da luz na foto sem que se dê um click sequer!

O texto não informa nada sobre as pessoas envolvidas no fato mas, curiosamente, é super preciso em relação o flash, segundo o repórter ele foi disparado a 25 centímetros do rosto do bebê.

A essa distância até mesmo um cego se incomodaria com o clarão do disparo, mas se há um flash, então é possível calcular a abertura usada na fotografia graças a fórmula do número guia: abertura x distância.

A 25 centímetros é possível afirmar que uma abertura pequena foi utilizada gerando uma grande profundidade de campo e como o flash está muito próximo, a iluminação ficará toda concentrada no rosto da criança

Algo diferente e inesperado para fotos de newborn, que normalmente trabalham com profundidades de campo apertadas com todos os planos da imagem igualmente iluminados.

Essa poderia até ser uma brecha, uma vantagem para que você começasse a produzir imagens diferentes da imensa maioria, destacando-se, assim, do seu concorrente. Mas é melhor esperar o próximo workshop daquele guru da administração e marketing para fotógrafos que nunca pegou numa camera na vida, não é mesmo?

Vários fotógrafos trataram de avisar seus clientes que só usavam luz natural, mas o que eu não entendo é que com certeza esses estúdios usam janelas que não estão viradas o tempo todo para o melhor da luz e nem sempre é possível ter o sol na intensidade correta para uma exposição ideal.

O fotógrafo acaba trabalhando com ISOs elevados e baixas velocidades de obturador para compensar a pouca entrada de luz, ou seja:

Você gastou alguns mil dólares para comprar um equipamento excelente e acaba operando em sensibilidades tão altas que diminuem todas as qualidades que fizeram sua câmera e lente tão caras!

Que tal usar um equipamento de iluminação portátil, leve, discreto, que não depende de energia elétrica, pode ser usado em ISOS baixos, na abertura que você quiser, em velocidades altas e ainda por cima, consegue simular perfeitamente a iluminação natural que você tanto adora?

Esse acessório iluminação é o seu flash portátil!

Ao invés de 25 cm de distância, que tal usá-lo mais longe do assunto? Evitando, assim, a perturbação do disparo direto e garantindo a abertura grande e a pouca profundidade de campo que você tanto busca.

A vantagem de usar o flash afastado é que o que se perde de intensidade, ganha-se em abrangência de luz. Esse é o mistério por trás da fórmula do inverso do quadrado da distância

http://goo.gl/A7aSRH

Luana com por do Sol às 21h (http://goo.gl/A7aSRH)

A ênfase na queda da intensidade da luz é tão grande que se perde o grande barato da iluminação: com um flash apenas se consegue muita coisa.

Você pode mais com menos!

Esse é o truque que Deus usou quando afastou o sol para 150 milhões de quilômetros da Terra, se fosse possível estar em Mercúrio agora, eu e você seríamos vaporizados por uma luz extremamente suave, porém, de pouca abrangência

Ainda resta uma dúvida: com o flash afastado, a luz não fica cada vez mais dura?

Sim, duríssima! Mas quem adora a luz natural não pode criticar a dureza do Flash, pois as duas luzes são absolutamente iguais em qualidade.

Você não coloca uma cortina ou um modificador para suavizar a luz que entra pela sua janela? Faça exatamente a mesma coisa com o flash, mas usando ISOs baixos e velocidade altas, tudo que você precisa para uma foto ideal de forma tranqüila e rápida, a qualquer hora do dia ( e da noite) e em qualquer lugar!

Eu acho estranho que toda hora surjam inúmeros “Mestres da Luz” “Senhores da foto”, Magos da iluminação, especialistas em “sei lá o quê top master omni blém blém” que não tem trabalhos publicados, mas falam sobre o flash todo dia a toda hora em vídeos, cursos, palestras e uma notícia como essa mostra que a o mistério persiste e a confusão ainda reina.

Com única informação precisa garimpada na notícia, todo o esquema e o comportamento da luz surgem no seu cérebro sem um único disparo da câmera e nem desespero do fotógrafo.

Seu flash pode lhe ensinar a ser um fotógrafo mais versátil e seguro e iluminar pode ser mais divertido e fácil do que parece.

Fico por aqui!

Boa Luz e Boa Sorte!

Shutterstock no Criadouro 0

Um dos maiores bancos de imagens do planeta fará uma palestra gratuita na terça, dia 2 de Setembro às 20h, com a presença confirmada do fotógrafo representante da empresa.

A Shutterstock, uma agência americana fundada em 2003 com mais de 40 milhões de fotos, vetores, ilustrações e vídeos em seu banco de imagens, traz ao país seu representante, o fotógrafo Alex Rodrigues, para o SHUTTERTALK, um workshop gratuito onde o fotógrafo pode entender como produzir conteúdo para um banco de imagens, melhorando sua renda com sua paixão.

É a sua chance de entender como funciona o processo, a interface do site, tornar-se parceiro e formatar a sua fotografia para trabalhos com a agência, tendo a oportunidade de tirar suas dúvidas diretamente com o fotógrafo responsável pelo Brasil! Com um detalhe: absolutamente de graça!

O encontro será no jardim do Criadouro, com uma vista deslumbrante da Pedra da Gávea e há estacionamento no local, curta a nossa página para receber as novidades ( e elas virão, acredite!)

As vagas são limitadas, mas a reserva pode ser feita on line pelo link: http://goo.gl/1xNzUy

Criadouro_SM_Option1

 

SHUTTERTALK no Criadouro

02 de Setembro às 20h

Rua Floresta Imperial 66, Itanhangá

renatorochamiranda@gmail.com / (21) 980133938

Hostels, pousadas e hotéis ao lado do estúdio, com diárias começando em R$ 70

formulário de inscrição: http://goo.gl/1xNzUy

#vemprocriadouro

 

Boa Luz e Boa Sorte!

 

 

Getty Images no Criadouro Carioca 0

Anote na agenda e não deixe passar a oportunidade: a Getty Images, a maior agência de fotografia do mundo, fará uma palestra gratuita nessa quinta-feira, dia 14 de Agosto às 20h, nos jardins do Criadouro Carioca ( se o tempo deixar, com a presença do luar da Cidade de Rara Beleza)

A idéia é mostrar como foi o trabalho de cobertura do maior evento esportivo do mundo: a Copa do Mundo Fifa Brasil 2014. Um oportunidade absolutamente única!

download

A gerente de operações nacional, Alessandra del Bene, inicia com uma apresentação da agência e seu modo de trabalhar e logo depois um dos fotógrafos da Getty, Buda Mendes, faz uma apresentação de suas imagens e comenta sobre seu trabalho.

Se você tem dúvidas de como participar ou quer entender como uma agência desse porte trabalha, é a sua chance! As reservas podem ser feitas on-line pelo formulário: http://goo.gl/YQd1lh

O Criadouro fica no Itanhangá, tem um estacionamento ao lado e inúmeras linhas de ônibus e taxis passam aqui na porta, anote o endereço

Rua Floresta Imperial, 66 – (21) 980133938 – renatorochamiranda@gmail.com

Apareçam, serão muito bem-vindos!

Boa Luz e Boa Sorte

 

I LOVE MY JOB utiliza WordPress com FREEmium Theme.
As modificações foram feitas por Carlos Alberto Ferreira